Site Overlay

Mountain Bike: exercícios e aventura sobre duas rodas!

Conheça os benefícios de aliar ciclismo e aventura em uma única modalidade

Mountain Bike: exercícios e aventura sobre duas rodas!

Os entusiastas do ciclismo sabem que as ciclovias e ciclovias o convidam a pedalar em qualquer época do ano. Andar de bicicleta não só contribui para vários benefícios corporais, mas também para uma melhor condição física e um alto consumo de calorias. E essas vantagens ficam ainda mais evidentes nas maratonas. Exemplo disso é o mountain bike, uma das modalidades mais famosas que atrai a atenção dos ciclistas que não abrem mão da aventura e dos esportes radicais. Os percursos abrangem terrenos com irregularidades e obstáculos, ideais para os mais aventureiros em serviço.

Origem

O Mountain Bike surgiu nos Estados Unidos na década de 1950, quando alguns ciclistas buscavam novas experiências além do tradicional ciclismo de asfalto. Foi nessa época que os atletas da Califórnia começaram a transferir o treinamento para trilhas e terrenos acidentados, descendo montanhas próximas à cidade de São Francisco, o que gerou o mountain bike.

Desde então, a modalidade passou a contar com bicicletas que foram sendo reinventadas e equipadas com pneus mais grossos, amortecedores, quadros forçados, guidões mais altos e marchas maiores e mais leves, tudo para garantir uma experiência melhor e mais segura. Hoje, o Mountain Bike é uma prática que ganha cada vez mais adeptos e admiradores em todo o mundo.

Circuito Estações Mountain Bike Marathon

Os praticantes de mountain bike, iniciantes, amadores e profissionais, já contam com a maratona chamada Circuito Estações Mountain Bike Marathon, que acontece desde 2014 em municípios da região metropolitana de Curitiba, Paraná.

Pensada Sobre a prática de esportes Para promover profissionais e iniciantes, a competição é realizada uma vez por ano. Buscamos divulgar e promover o esporte, oferecendo a prática como forma de lazer e entretenimento, melhorando o desempenho dos atletas e dando aos iniciantes a oportunidade de participarem de uma competição, afirma o organizador Laercio Poli.

Dividido em duas categorias, o Circuito Estações Mountain Bike Marathon recebe desde iniciantes até atletas profissionais. A categoria Iniciantes traz um percurso mais leve, com aproximadamente 20 km, poucas trilhas e menor dificuldade técnica e física. Já a categoria Marathon tem de 35 a 40 km de percurso, em um trajeto com mais trilhas, partes técnicas mais acentuadas que exige um nível maior de desempenho físico.

Benefícios

Existem muitos benefícios para a saúde em ambas as categorias. Poli acredita que fazer exercícios físicos com aventura, como no caso da maratona de mountain bike, também é uma forma de aumentar o contato dos participantes com a natureza. O ciclismo da maratona de mountain bike coloca os participantes em contato com a natureza e oferece uma aventura por estradas e caminhos rurais, lugares e belas paisagens, diz ele, outras vantagens destacadas pelo organizador. Os benefícios são múltiplos, como aumento da qualidade de vida, menos estresse, aumento da autoestima e oportunidade de fazer amizades ”, enfatiza.

Importante!

Algumas dicas são essenciais para quem vai participar pela primeira vez de um evento esportivo como uma maratona de Mountain Bike. Poli orienta que o principal ponto de atenção deve ser a segurança, com o uso de equipamentos como capacete, luvas e óculos.

“Também é preciso verificar os freios, marchas e buscar o melhor ajuste de regulagem de selim para uma melhor eficiência na prova. Com isso, bastam algumas pedaladas durante a semana ou aos finais de semana, e o atleta já terá facilidade para desempenhar a prova. Uma boa alimentação e hidratação nos dias que antecedem as maratonas também são importantes”, recomenda.

Alimentação

Para chegar à maratona com uma alimentação saudável, é preciso estar atento ao que fica registrado nos dias anteriores ao evento. Alimentos pesados, gordurosos, diuréticos e com cafeína devem ser evitados. Até mesmo a ingestão de carboidratos deve ser aumentada para que o músculo possa armazenar energia. Por outro lado, a ingestão de fibras deve ser balanceada para não causar problemas gastrointestinais antes ou durante a prova. E para chegar à competição com energia suficiente para garantir um bom desempenho, também é importante dividir a refeição em, no mínimo, cinco refeições diárias conforme orientação de uma nutricionista.