Site Overlay

Fibras essenciais para o bom funcionamento gastrointestinal

Essencial para o bom funcionamento do sistema gastrointestinal, as fibras também ajudam na prevenção do diabetes e do colesterol alto. Saiba Mais!

É muito provável que você já tenha ouvido falar em fibras alimentares, afinal, as questões e os estudos relacionados a eles já estão na agenda desde 1930, quando a pesquisa científica comprovou que seu consumo foi favorável na prevenção e tratamento da constipação intestinal, popularmente conhecida como prisão de ventre.

Mesmo não sendo absorvidas pelo nosso organismo, as fibras realmente têm um papel importante no processo digestivo, afinal, é justamente essa característica que os torna elementos indispensáveis para o bom funcionamento de todo o sistema gastrointestinal.

Sobre a FibrasComposta por celulose, oligossacarídeos, pectina, chicletes e ceras, as fibras fazem parte da estrutura de alimentos como vegetais, frutas e sementes, ao lado de substâncias como proteínas, lignina, compostos inorgânicos, oxalatos e fitates. Geralmente, as fibras alimentares podem ser classificadas em solúveis e insolúveis, a partir desta classificação, é possível identificar o papel de cada tipo de fibra no sistema gastrointestinal e compreender a importância de incluí-los na alimentação diária.

Fibras insolúveisSão aquelas que não se dissolvem em contato com líquidos gástricos, passando praticamente intactos pelo sistema digestivo. Atuam principalmente no fluxo intestinal, uma vez que atuam como esponjas que absorvem os líquidos e aumentam seu volume, forçando as paredes do intestino a ceder e, consequentemente, facilitando a passagem do bolo fecal.

As fibras insolúveis podem ser encontradas principalmente em cereais matinais, farelo de trigo, pães integrais, arroz integral, frutas e legumes como brócolis, feijão verde e brotos. Essas fibras são importantes para a alimentação, uma vez que aumentam o bolo fecal e estimulam o funcionamento do intestino, acelerando o trânsito intestinal e, assim, impedem o desenvolvimento de doenças como constipação, entre outras.

Fibras SolúveisSão aquelas que se dissolvem em contato com líquidos e, nesse processo, se transformam em uma espécie de goma que aumenta o tempo de exposição de nutrientes no estômago, causando sensação de saciedade. Eles também formam uma camada protetora no intestino delgado que resulta na melhora da digestão, principalmente de açúcares e gorduras. O que contribui para o controle de doenças como o diabetes, prevenindo aumentos súbitos dos níveis de glicemia e, ajudando, também, no controle dos níveis de colesterol no sangue.

Durante a permanência do sistema gastrointestinal, as fibras solúveis também estimulam a fermentação, produzindo ácidos graxos de cadeia curta (AGCC) que contribuem para o melhor fluxo de trânsito intestinal. Além disso, ainda facilitam a absorção de micronutrientes bivalentes, como o cálcio e o magnésio, que são importantes para a saúde do organismo. São encontrados em vegetais, frutas, cereais, farelo de trigo, arroz integral e leguminosas como feijão, lentilhas, soja e grão-de-bico, além de estarem presentes em cevada e aveia.

Como Consumir FibrasAumentar a ingestão diária de fibras não é uma tarefa difícil, basta priorizar uma dieta variada e rica no consumo de alimentos inteiros, frutas, legumes e verduras. As fibras insolúveis, por exemplo, estão presentes em pães integrais, cereais integrais de trigo, farelo de trigo, arroz integral, centeio, cevada, batata, flaxhaça e legumes como repolho, couve, beterraba, cenoura, couve de Bruxelas, nabo e couve-flor. Já as fibras solúveis podem ser ingeridas através do consumo de maçã, frutas cítricas, pera, cenoura, batata-doce, abóbora, legumes e grãos como cevada, aveia, aveia e aveia.

Atenção!É importante lembrar que quanto maior o consumo de fibras, maior a ingestão de água também deve ser, uma vez que a hidratação é um dos principais fatores que contribuem para que as fibras consigam cumprir sua função.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *