Site Overlay

Espermograma: diagnosticando a infertilidade masculina!

Muitos casais que sonham em ter filhos não conceberão, mesmo depois de tentar várias vezes. Na verdade, o problema pode estar relacionado à infertilidade de um dos cônjuges. É importante analisar as causas raízes do problema com ajuda médica, e a contagem de espermatozóides pode ser um grande aliado nessa jornada. Neste texto, vamos falar especificamente sobre a infertilidade masculina e como ela pode ser diagnosticada!

Espermograma: o exame que pode ajudar no diagnóstico da infertilidade masculina!

O sonho de ter filhos e a infertilidade masculina!

Muitos casais adiaram o sonho de ter filhos e às vezes não sabem por que não podem engravidar. Em muitos casos, a infertilidade masculina é o fator que impede ou dificulta a gravidez, mas é um problema que pode ser diagnosticado e levado ao médico para tratamento.

Segundo a Sociedade Brasileira de Urologia, em 30% dos casais que não conseguem engravidar, o homem é o único responsável pela causa da infertilidade. Em 20% dos casos, há causas femininas associadas às causas masculinas, o que significa que em pelo menos 50% dos casos problemas masculinos relacionados à infertilidade estão presentes.

Mas, o que é a infertilidade? Na realidade se trata de alguma disfunção ou problema no sistema reprodutor indicado após o período de um ano de tentativas de gestação sem o uso de métodos contraceptivos.

E como o espermograma pode ajudar no diagnóstico?

O espermograma é um exame simples, porém um dos principais para detectar a infertilidade masculina. Através do exame, analisa-se a quantidade e a qualidade do sêmen. Geralmente, esse é um dos primeiros exames solicitados aos homens quando relatada a dificuldade para a gestação.

A coleta do material se dá através da masturbação sendo recomendado o período de 3 a 5 dias de abstinência sexual. Com o resultado em mãos, o médico poderá avaliar com mais precisão o seu caso específico e repassar o tratamento mais adequado.