Site Overlay

Dicas para praticar o futebol de fim de semana sem riscos para a sáude

O futebol é, durante décadas, o esporte coletivo preferido do brasileiro. Seja jogando no asfalto e com latinhas ou chinelos no lugar das viagens, seja em uma quadra de cimento ou em um campo de grama, a modalidade esteve presente na infância e se estendeu na vida adulta.

Dicas para praticar o futebol de fim de semana sem riscos

O futebol é, durante décadas, o esporte coletivo preferido do brasileiro. Seja jogando no asfalto e com travas ou chinelos no lugar das viagens, seja em uma quadra de cimento ou em um campo de grama, a modalidade esteve presente na infância e se estendeu na vida adulta.

O problema é que com o cotidiano ocupado por muitas tarefas, muitas pessoas praticam o esporte apenas no fim de semana e aumentam o risco de lesões.

Valéria Schmidt, integrante da seleção brasileira feminina de futsal e eleita pela Federação Internacional de Esporte Universitário (FISU) o melhor atleta do mundo entre todos os esportes, dá algumas dicas para cuidar do corpo durante a semana e curtir o esporte com segurança no sábado ou domingo.

” A maioria das pessoas que jogam no sábado e no domingo já chegam ao local do esporte e querem a diversão imediatamente. Mas é essencial fazer um bom alongamento e um warm up antes do início do jogo. Isso pode evitar uma série de problemas que atrapalhariam a diversão e a saúde, ” explica Valéria, reforçando que a gorjeta vale para o futsal, futebol de campo ou soçaite.

A manutenção de uma rotina de movimentos físicos também faz a diferença-para melhor é claro. ” As pessoas dizem que não têm tempo e por isso praticam o esporte apenas no sábado e no domingo. Mas há sempre um caminho. É possível, durante a semana, fazer caminhadas ou corridas no início ou no final do dia para preparar melhor o corpo. Todo esse esforço vale bem a pena para que o prazer do fim de semana não traga ferimentos “, disse. aponta Valéria.

Uma boa dica para aumentar o tempo de caminhada é subir no ônibus dois pontos após a sua localização habitual. Quando possível, também desça duas paradas antes e termine o caminho a pé. O mesmo vale para quem usa o carro: planete o seu tempo para sair mais cedo de casa e procure uma vaga em um local mais distante e camine até o seu destino final.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *