Site Overlay

Consulta de rotina: conhecimentos básicos confira!

Quando foi a ultima vez que você fez uma consulta de rotina?

Para algumas pessoas, ir ao médico regularmente não é um hábito importante porque parecem confortáveis ​​e só procuram ajuda quando ocorrem os sintomas.

Consulta de rotina: conhecimentos básicos confira!

No entanto, independentemente de você estar bem ou não, manter uma boa saúde requer que Você saiba o que está acontecendo em seu corpo. Portanto, é imperativo fazer algumas verificações regularmente. Pensando nisso, a postagem de hoje ajudará você a aprender mais sobre a importância dos compromissos de rotina. Acompanhamento!

Qual a importância da consulta de rotina?

Visitar o médico regularmente não significa que a pessoa tenha um problema de saúde! Mesmo sem sintomas, é necessário fazer um exame para verificar se o corpo está protegido.

Durante as consultas, alguns exames são solicitados para monitorar o corpo e protegê-lo de uma série de doenças que podem ser burras, é diagnosticado apenas através de exames. Por isso é importante ter consultas de rotina – quanto mais cedo o problema for reconhecido, melhores serão as chances de recuperação!

Quais são os exames de rotina que se deve fazer?

Para saber como está sua saúde, você não precisa pedir uma lista de toneladas de exames! Basta saber exatamente quais fazer. Alguns exames mais comuns são frequentemente solicitados, como:

  • hemograma completo – verifica possíveis anormalidades nas células do sangue;
  • urocultura – certifica-se que não há infecção ou cristais urinários, além de prevenir doenças renais e confirmar gravidez;
  • eletrocardiograma – analisa como estão os batimentos cardíacos e detecta possíveis anomalias;
  • oftalmológico – identifica possíveis problemas de visão, como hipermetropia e miopia.

No entanto, outros exames são específicos e diferentes tanto para as mulheres quanto para os homens. Dentre eles, podemos citar:

Para as mulheres

  • Papanicolau — realizado anualmente e após o início da atividade sexual, esse exame serve para detectar a presença de câncer de útero e infecções causadas pelo vírus HPV.
  • Colposcopia — exame visual da vagina e do colo do útero, verifica lesões ou doenças inflamatórias.
  • Ultrassonografia transvaginal — examina se há alterações no útero, prevenindo o surgimento do câncer de ovário e endométrio.
  • Ultrassom das mamas — indicado para pacientes jovens ou no complemento da mamografia, o exame analisa a presença de lesões sólidas ou cistos nas mamas.
  • Mamografia — recomendado a partir do 40 anos e realizado anualmente, a mamografia é utilizada para rastrear nódulos, microcalcificações e, principalmente, câncer de mama.

Para os homens

  • Exame de PSA (Antígeno Prostático Específico) — exame de sangue utilizado para diagnosticar possíveis alterações ou câncer de próstata.
  • Colonoscopia — analisa e identifica problemas da mucosa intestinal.
  • Exame da próstata — também conhecido como exame de toque retal, serve para prevenir o surgimento do câncer de próstata, sendo indicado anualmente e a partir dos 40 anos.

Com qual frequência se deve ir ao médico para a consulta de rotina?

Em geral, as pessoas costumam ter consultas de rotina uma vez por ano, mesmo sem saber se é o ideal. Claro, se a pessoa tem hábitos de vida saudáveis, como atividade física e uma alimentação balanceada, a pessoa passa a ter menos consultas médicas. Por outro lado, se o paciente já apresenta problemas de saúde ou histórico familiar de determinadas patologias, a incidência provavelmente será maior.

Os idosos, por exemplo, costumam ter as condições de saúde mais delicadas. Por isso, eles precisam fazer check-ups médicos regulares, que podem ser a cada seis meses, dependendo do caso.

Os adultos, por outro lado, podem fazer um check-up anual para prevenir alterações no corpo e afastar surtos de doenças. No entanto, se a pessoa apresentar um determinado problema de saúde que possa fragilizar o organismo, a frequência das consultas de rotina pode ser mensal.

Ressalta-se que o ideal é sempre consultar um especialista para que ele indique em cada caso a forma mais adequada de realizar as consultas de rotina. Dessa forma, você pode viver uma vida saudável sem o risco de surpresas indesejadas.

Você tem o hábito de fazer exames para ver como está sua saúde? Você tem dúvidas ou sugestões? Deixe seu comentário e compartilhe conosco!